A população araripinense tem à disposição uma ferramenta importante na resolução de conflitos que possam ocorrer entre consumidor e o fornecedor: o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon, órgão ligado à Prefeitura de Araripina por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social.

O Procon funciona para garantir o direito do consumidor, protegendo, educando e orientando. Além disso, fiscaliza as relações de consumo e aplica sanções, quando necessário. Em Araripina, o Procon já recebeu de janeiro a outubro deste ano 1.234 casos, resolvendo 850 deles.

Segundo o diretor da unidade de Araripina, Glendo Andrade, as reclamações mais recorrentes são contra instituições financeiras bancárias. Glendo também faz um alerta: “Toda pessoa pode e deve procurar o órgão antes de assinar um contrato ou fechar um negócio que gere dúvidas. Nós estamos à disposição para orientá-los no que for preciso”, finalizou.

O Procon de Araripina funciona na Secretaria de Desenvolvimento Social, que fica à rua Francisco Ramos Nogueira, 199, Centro.

COMPARTILHAR
Artigo anterior17ª Festa do Vaqueiro da Fazenda Cacimbinha em Salgueiro
Próximo artigoJovem desaparecida de Trindade é encontrada em Minas Gerais
Paulo Gonçalves Arraes, nasceu em Araripina-PE em 1969, formado em Ciências com habilitação em Biologia pela FAFOPA, com cursos de Instrutor de Trânsito e Diretor de CFC (Auto Escola) pela UPE/Detran-PE, Vereador 1999/2000 (PSB) e 2001/2014 (PPS), Assessoria Política em campanhas eleitorais na Região do Araripe e em 2009 representou Pernambuco no Movimento pela Recomposição das Câmaras de Vereadores no Congresso Nacional em Brasília.