O ator Fábio Assunção foi detido na madrugada deste sábado (24) na cidade de Arcoverde (PE), no Sertão do Moxotó. De acordo com informações, o ator estava embriagado e foi preso após desacatar os policiais. Visivelmente alterado, Assunção teria quebrado a viatura da polícia. Segundo informações, o ator estava na cidade para promover o lançamento do documentário “Eu Sonho Para Você Ver”, que faz uma homenagem ao centenário do samba de coco.
De acordo com a Polícia Militar, entre 4h e 5h deste sábado, uma viatura da polícia havia colidido com um carro na Avenida José Bonifácio, no bairro de São Cristóvão. No momento em que os policias resolviam a questão, o ator Fábio Assunção passava a pé pelo local acompanhado de duas mulheres.
As mulheres, então, teriam abordado a polícia e dito que Fábio estava sendo agressivo com elas. A polícia convidou o ator a ir para delegacia, mas ele se negou, precisando ser conduzido até o local. “Chegando à delegacia, ele se negou a descer da viatura, mas desceu, depois foi conduzido para o hospital para fazer exames”, conta o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente coronel Alfredo Wanderley de Carvalho. O comandante disse que o artista estava fora da normalidade, com os olhos muito vermelhos.
Em um dos vídeos que circula nas redes sociais sobre o caso, o ator se mostra visivelmente alterado. “Chama o sargento, chama o sargento, eu quero silêncio é o c*, desacato é ele que fez agora. Ele me algemou, eu não sou criminoso, filho da p*, pede um autógrafo pra ele, tu é a escória“, grita o ator. Em outro registro, bastante nervoso, ele se apoia na porta de um veículo para não cair.

Hospital

Apesar de ter ido ao polo junino de Arcoverde, na Praça da Bandeira, o local em que o ator foi abordado fica a três quilômetros de distância. Segundo o comandante, eles teriam dito que vinham do Hospital Memorial Arcoverde, localizado na mesma avenida. O tenente coronel não soube dizer que procedimento ele havia realizado na unidade de saúde. Mais cedo, o comandante já tinha sido informado que Fábio Assunção perdeu a carteira. Alfredo Wanderley não soube informar se há ligações entre os fatos.

Da redação Por Portal LeiaJa Imagem: Reprodução Internet

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDiálogo de Temer com Joesley Batista não foi adulterado, diz PF
Próximo artigoAcidente deixa feridos em Ouricuri (PE)
Paulo Gonçalves Arraes, nasceu em Araripina-PE em 1969, formado em Ciências com habilitação em Biologia pela FAFOPA, com cursos de Instrutor de Trânsito e Diretor de CFC (Auto Escola) pela UPE/Detran-PE, Vereador 1999/2000 (PSB) e 2001/2014 (PPS), Assessoria Política em campanhas eleitorais na Região do Araripe e em 2009 representou Pernambuco no Movimento pela Recomposição das Câmaras de Vereadores no Congresso Nacional em Brasília.