Notícias

Lula recebeu notícia da condenação com ‘serenidade do inocente’, diz Macedo

Imagem: Reprodução Internet

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava no Instituto que leva seu nome, em São Paulo, quando soube de sua condenação. Segundo um dos um dos vice-presidentes do PT, Márcio Macedo, Lula recebeu a notícia “com a serenidade do inocente e a indignação de um injustiçado”.

Macedo informou que a Executiva Nacional do partido vai se reunir com representantes dos movimentos sociais e das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo ainda na tarde desta quarta-feira (12/7), para decidir sobre ações de reação política à condenação. Segundo ele, o ato que está sendo convocado nas redes sociais para esta tarde na Avenida Paulista não é organizado pelo PT.

“É uma manifestação voluntária de homens e mulheres de bem desse País que estão indignados com o que aconteceu. Não é uma movimentação organizada por nós, mas vamos tratar desse assunto com os movimentos sociais e vamos fazer mobilizações pelo País”, disse.

Segundo Macedo, a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR) vai divulgar uma nota de repúdio a qualquer momento. Ela deve chegar em São Paulo nesta quinta-feira (13/7), para discutir as próximas ações. Além disso, deputados e senadores do PT e partidos aliados vão fazer discursos de repúdio à condenação nas tribunas da Câmara e Senado.

Questionado se já foi discutido se a condenação tornaria inviável uma eventual candidatura de Lula em 2018, Macedo disse que o assunto não foi discutido. “Estamos indignados com o que aconteceu”, disse. Segundo Macedo, Lula vai se pronunciar “na hora adequada”.

Da Redação  Por Agência Estado

Estranho: Temer se reúne com parlamentares da CCJ

O presidente Michel Temer iniciou nesta terça-feira (4) uma ofensiva pessoal para tentar barrar denúncia contra ele por corrupção passiva na Câmara dos Deputados. Ele recebeu pela manhã dois titulares da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) que se declaram indecisos em enquete feita pela Folha de S.Paulo: Ronaldo Fonseca (Pros-DF) e Evandro Gussi (PV-SP). O segundo é, inclusive, cotado para o posto de relator.

Como a reportagem mostrou, pelos cálculos do Palácio do Planalto, o peemedebista só tem garantidos 30 de 66 votos, menos do que o necessário para garantir um relatório favorável contra a denúncia por corrupção passiva na comissão parlamentar. A meta do presidente é garantir pelo menos 40.

O peemedebista também recebeu a deputada federal Christiane Yared (PR-PR) que, na enquete, disse ser favorável ao prosseguimento da denúncia. Pelas contas do governo, há 21 indecisos com potencial de terem seus posicionamentos revertidos em plenário.

Ao todo, o presidente programou audiências com 16 parlamentares, dos quais dez disseram não saber ou não responderam como votarão quando a denúncia for levada a plenário.

Do restante, dois se posicionaram favoravelmente ao prosseguimento da denúncia, Christiane e Sinval Malheiros (PODE-SP), e quatro por seu arquivamento, todos do PMDB, partido do presidente.

Nos próximos dias, o peemedebista pretende manter a agenda de encontro com parlamentares indecisos, principalmente do PSDB, PSD, DEM e PR.

Partindo de um placar já desfavorável, auxiliares do presidente acreditam que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que foi braço-direito de Temer no governo, pode dificultar ainda mais trabalho de convencimento.

A prisão ocorreu no momento mais delicado da gestão peemedebista, com o início da tramitação de denúncia contra ele por corrupção passiva. A avaliação do Palácio do Planalto é de que ela é mais um sinal de que o cerco da Operação Lava Jato sobre o governo deve aumentar.

Neste final de semana, por exemplo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que “enquanto houver bambu, lá vai flecha”.

A reportagem apurou que, antes da prisão, Geddel havia afirmado em conversas reservadas que não pretendia fazer delação premiada caso fosse preso. A personalidade inconstante e explosiva do peemedebista, no entanto, preocupa a equipe presidencial.

Da Redação  Por: FOLHAPRESS  Foto: Reprodução

Campus Ouricuri realiza VII Semana de Química e Meio Ambiente

Divulgação

O campus Ouricuri do IF Sertão- PE, por meio da coordenação do curso Licenciatura em Química, vai promover a VII Semana de Química e Meio Ambiente, que tem como tema “ Desafios e Oportunidades para o Futuro da Química no Cotidiano do Sertanejo”. O evento vai ocorrer na sede da instituição na Estrada do Tamboril, sem número, zona rural do município de Ouricuri, entre os dias 08 e 10 de agosto.

O evento é totalmente gratuito e direcionado para estudantes da rede de ensino pública ou privada da região, bem como profissionais da área e toda a comunidade local. A semana de química contará também com palestras com professores mestres e doutores, oficinas voltadas para problemas do cotidiano, apresentações cientificas, feira de ciências, química show e sorteios de brindes. Haverá a emissão de certificados para aqueles que se inscreverem e participarem das atividades.

O coordenador da Licenciatura em Química e organizador da VII Semana de Química e Meio Ambiente, o professor André Henrique Barbosa, fala sobre o intuito do evento. “Tem como objetivo aproximar alunos e professores do curso superior de Licenciatura em Química da comunidade local, enfatizando a importância dos profissionais egressos do curso como agentes transformadores no cotidiano do sertanejo”, disse o docente.

Informações podem ser obtidas na coordenação da Licenciatura em Química ou no site do IF Sertão-PE e as inscrições serão realizadas no site http://tinyurl.com/ybmq9djr

Saúde oferecerá novo tratamento contra hepatite C

Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde anunciou hoje (27/7) o novo tratamento para pessoas diagnosticadas com hepatite C. Independentemente do estágio de comprometimento no fígado, pacientes terão acesso gradativo a medicamentos que apresentam 90% de cura da doença. Atualmente, o país tem 135 mil pessoas diagnosticadas com a doença.

O novo protocolo está vinculado à mudança na modalidade de compra dos medicamentos sofosbuvir, daclatasvir ou simeprevir, conhecidos como “combinação 3D”. A partir de agora, a pasta vai condicionar os pagamentos para indústria farmacêutica à comprovação da cura do paciente. O modelo novo deve reduzir os custos no tratamento de U$ 6,9 mil para U$ 3 mil, o que possibilitará a inclusão de até três vezes mais pessoas do que as atendidas atualmente no Sistema Único de Saúde (SUS).

A hepatite C é subdivida conforme o estágio da doença entre os níveis F0 a F4. Após essas etapas, a doença pode evoluir para cirrose, câncer de fígado e levar à necessidade de transplante do órgão. Para que evitar a evolução da doença, que inicialmente não apresenta sintomas, a pasta estima aplicar 12 milhões de testes em todo país.

“Queremos alcançar as 135 mil pessoas que estão contaminadas em qualquer nível de hepatite. Nesse ano, após os 12 milhões de testes de hepatite C, vamos procurar identificar mais pessoas que precisam do tratamento. Há muitas pessoas com hepatite que não sabem. A testagem é fundamental”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A meta do ministério é zerar a fila de pacientes graves que aguardam o tratamento para a hepatite C. Atualmente, 2.800 pessoas esperam para ser tratadas. Até o momento, são medicados os pacientes em grau avançado da doença (F3 e F4). A pasta espera incluir os demais pacientes em até dois anos no tratamento.

Segundo Barros, a medida prevê o tratamento dos casos em estágio inicial da doença para que não haja a propagação do vírus, principalmente quando o paciente ainda não tem sintomas. “É uma política nova, de erradicação da hepatite C no país”, disse.

Por Agência Brasil

Semiárido pernambucano recebe projetos de combate à desertificação

Municípios de Afrânio, Exu e Serra Talhada escolheram a Produção Agroecológica Integrada e SustentávelFoto: Semas / divulgação

Pernambuco possui cerca de 80% do seu território na parte semiárida. Dos 184 municípios, 122 estão em áreas suscetíveis à desertificação devido às alterações climáticas, de acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas-PE). A fim de reverter esse cenário, cerca de 400 famílias de 12 municípios do Sertão do Estado foram beneficiadas pelo “Projeto de Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido Pernambucano”.

A iniciativa da gestão estadual foi desenvolvida em parceria com o Fundo Nacional de Mudanças Climáticas/Ministério do Meio Ambiente (MMA) e teve como um dos objetivos principais a preservação da caatinga, já que o desmatamento acelera o processo de desertificação no semiárido. O critério de escolha das famílias teve como justificativa a proximidade de Unidades de Conservação do bioma Caatinga.

De acordo com o gerente do Programa do Semiárido, Caatinga e Combate à Desertificação da Semas-PE, Sérgio Mendonça, o projeto integrou ações que envolvem água, geração de renda, segurança energética, saneamento e formação, por meio das capacitações nas comunidades, a fim de impactar o mínimo possível a caatinga, como também estabelecer uma relação de respeito com as unidades de conservação do entorno.

O projeto, que teve seu pontapé inicial há seis anos, cumpriu as ações previstas em cinco eixos: segurança hídrica, com a construção de poços e sistemas simplificados de abastecimento; segurança alimentar, com a criação de 12 unidades produtivas (distribuídas de acordo com a aptidão das comunidades); segurança energética, com a construção de 338 fogões ecológicos; e saneamento básico, com a construção de 298 banheiros com fossa.

Além disso, agricultores, professores e gestores públicos dos municípios passaram por capacitações. A iniciativa, inclusive, foi premiada em 2014 com o Prêmio Dryland Champions, concedido pela United Nations Convention to Combat Desertification (UNCCD)/ONU), por meio do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Projeto também incluiu a entrega de ovinos e caprinosFoto: Semas / divulgação

Conheça alguns frutos do projeto:

Comunidade de Lajinha 
Na comunidade de Lajinha, em Serra Talhada, por exemplo, foram montados dois sistemas simplificados de abastecimento de água, que enchem duas caixas d’água com capacidade de 10 e 5 mil litros.

Comunidade Sítio da Onça
Em São Caetano, 30 famílias, da Comunidade Sítio Onça, ganharam fogões ecológicos, (esse equipamento utiliza uma câmara de combustão que distribui e aproveita melhor o calor, necessitando de pouca lenha, ou seja, desmata-se menos caatinga).

Carnaíba, Parnamirim e Serrita
Em Carnaíba, Parnamirim e Serrita foram desenvolvidas ações de beneficiamento do mel e derivados, com construção da casa do mel e a aquisição dos equipamentos. A iniciativa vai agregar valor ao produto que será comercializado pela comunidade. Já as comunidades de Cabrobó e Triunfo escolheram o beneficiamento de frutas e a de São José do Belmonte, o beneficiamento do catolé.

Afrânio, Exu e Serra Talhada
As comunidades dos municípios de Afrânio, Exu e Serra Talhada escolheram a Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais) – que são sistemas dentro da propriedade com galinheiro no centro e cultura circular com hortas irrigadas ao redor.

1° MotoForró vai animar o Recanto do Paixão em Serrita (PE)

No próximo domingo (10) acontecerá o 1° MotoForró no Recanto do Paixão, localizado nas proximidades do distrito de Santa Rosa, zona rural de Serrita. O evento está sendo muito aguardado pelos motociclistas e pessoas em geral que querem assistir as competições e participar dos shows.

A programação contará com gincana de motos, bingo de um carneiro e apresentações musicais. Os motociclistas serão recepcionados às 8h e as provas começam às 9h, com desafios de tartaruga, obstáculos, tambor e velocross.

A entrada será 2 kg de alimentos não perecíveis, que serão doados para a campanha Natal Solidário de Santa Rosa. Durante o evento haverá sorteios de R$ 500 de combustível, 10 capacetes, pneus, trações, bonés e outros brindes.

Os shows musicais começam às 18h com Forró Potente, Cláudio Santos e Zeca Bota Bom & Elson Vaqueiro.

Confira os principais mudanças com a reforma trabalhista

Imagem: Reprodução Internet

Senado aprovou nesta terça-feira (11) o texto da reforma trabalhista. Para virar lei, as novas regras ainda dependem da sanção do presidente Michel Temer. A reforma muda a lei trabalhista brasileira e traz novas definições sobre férias, jornada de trabalho e outras questões.

O governo ainda poderá editar uma Medida Provisória com novas alterações na lei trabalhista. A alternativa foi negociada para acelerar a tramitação da proposta no Congresso.

Veja abaixo as principais mudanças com a reforma trabalhista:

Férias

Regra atual

As férias de 30 dias podem ser fracionadas em até dois períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 10 dias. Há possibilidade de 1/3 do período ser pago em forma de abono.

Nova regra

As férias poderão ser fracionadas em até três períodos, mediante negociação, contanto que um dos períodos seja de pelo menos 15 dias corridos.

Jornada

Regra atual

A jornada é limitada a 8 horas diárias, 44 horas semanais e 220 horas mensais, podendo haver até 2 horas extras por dia.

Nova regra

Jornada diária poderá ser de 12 horas com 36 horas de descanso, respeitando o limite de 44 horas semanais (ou 48 horas, com as horas extras) e 220 horas mensais.

Tempo na empresa

Regra atual

A CLT considera serviço efetivo o período em que o empregado está à disposição do empregador, aguardando ou executando ordens.

Nova regra

Não são consideradas dentro da jornada de trabalho as atividades no âmbito da empresa como descanso, estudo, alimentação, interação entre colegas, higiene pessoal e troca de uniforme.

Descanso

Regra atual

O trabalhador que exerce a jornada padrão de 8 horas diárias tem direito a no mínimo uma hora e a no máximo duas horas de intervalo para repouso ou alimentação.

Nova regra

O intervalo dentro da jornada de trabalho poderá ser negociado, desde que tenha pelo menos 30 minutos. Além disso, se o empregador não conceder intervalo mínimo para almoço ou concedê-lo parcialmente, a indenização será de 50% do valor da hora normal de trabalho apenas sobre o tempo não concedido em vez de todo o tempo de intervalo devido.

Remuneração

Regra atual

A remuneração por produtividade não pode ser inferior à diária correspondente ao piso da categoria ou salário mínimo. Comissões, gratificações, percentagens, gorjetas e prêmios integram os salários.

Nova regra

O pagamento do piso ou salário mínimo não será obrigatório na remuneração por produção. Além disso, trabalhadores e empresas poderão negociar todas as formas de remuneração, que não precisam fazer parte do salário.

Plano de cargos e salários

Regra atual

O plano de cargos e salários precisa ser homologado no Ministério do Trabalho e constar do contrato de trabalho.

Nova regra

O plano de carreira poderá ser negociado entre patrões e trabalhadores sem necessidade de homologação nem registro em contrato, podendo ser mudado constantemente.

Transporte

Regra atual

O tempo de deslocamento no transporte oferecido pela empresa para ir e vir do trabalho, cuja localidade é de difícil acesso ou não servida de transporte público, é contabilizado como jornada de trabalho.

Nova regra

O tempo despendido até o local de trabalho e o retorno, por qualquer meio de transporte, não será computado na jornada de trabalho.

Trabalho intermitente (por período)

Regra atual

A legislação atual não contempla essa modalidade de trabalho.

Nova regra

O trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo pelas horas ou diária. Ele terá direito a férias, FGTS, previdência e 13º salário proporcionais. No contrato deverá estar estabelecido o valor da hora de trabalho, que não pode ser inferior ao valor do salário mínimo por hora ou à remuneração dos demais empregados que exerçam a mesma função.

O empregado deverá ser convocado com, no mínimo, três dias corridos de antecedência. No período de inatividade, pode prestar serviços a outros contratantes.

Trabalho remoto (home office)

Regra atual

A legislação não contempla essa modalidade de trabalho.

Nova regra

Tudo o que o trabalhador usar em casa será formalizado com o patrão via contrato, como equipamentos e gastos com energia e internet, e o controle do trabalho será feito por tarefa.

Trabalho parcial

Regra atual

A CLT prevê jornada máxima de 25 horas por semana, sendo proibidas as horas extras. O trabalhador tem direito a férias proporcionais de no máximo 18 dias e não pode vender dias de férias.

Nova regra

A duração pode ser de até 30 horas semanais, sem possibilidade de horas extras semanais, ou de 26 horas semanais ou menos, com até 6 horas extras, pagas com acréscimo de 50%. Um terço do período de férias pode ser pago em dinheiro.

Negociação

Regra atual

Convenções e acordos coletivos podem estabelecer condições de trabalho diferentes das previstas na legislação apenas se conferirem ao trabalhador um patamar superior ao que estiver previsto na lei.

Nova regra

Convenções e acordos coletivos poderão prevalecer sobre a legislação. Assim, os sindicatos e as empresas podem negociar condições de trabalho diferentes das previstas em lei, mas não necessariamente num patamar melhor para os trabalhadores.

Em negociações sobre redução de salários ou de jornada, deverá haver cláusula prevendo a proteção dos empregados contra demissão durante o prazo de vigência do acordo. Esses acordos não precisarão prever contrapartidas para um item negociado.

Acordos individualizados de livre negociação para empregados com instrução de nível superior e salário mensal igual ou superior a duas vezes o limite máximo dos benefícios do INSS (R$ 5.531,31) prevalecerão sobre o coletivo.

Prazo de validade das normas coletivas

Regra atual

As cláusulas dos acordos e convenções coletivas de trabalho integram os contratos individuais de trabalho e só podem ser modificados ou suprimidos por novas negociações coletivas. Passado o período de vigência, permanecem valendo até que sejam feitos novos acordos ou convenções coletivas.

Nova regra

O que for negociado não precisará ser incorporado ao contrato de trabalho. Os sindicatos e as empresas poderão dispor livremente sobre os prazos de validade dos acordos e convenções coletivas, bem como sobre a manutenção ou não dos direitos ali previstos quando expirados os períodos de vigência. E, em caso de expiração da validade, novas negociações terão de ser feitas.

Representação

Regra atual

A Constituição assegura a eleição de um representante dos trabalhadores nas empresas com mais de 200 empregados, mas não há regulamentação sobre isso. Esse delegado sindical tem todos os direitos de um trabalhador comum e estabilidade de dois anos.

Nova regra

Os trabalhadores poderão escolher 3 funcionários que os representarão em empresas com no mínimo 200 funcionários na negociação com os patrões. Os representantes não precisam ser sindicalizados. Os sindicatos continuarão atuando apenas nos acordos e nas convenções coletivas.

Demissão

Regra atual

Quando o trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa, ele não tem direito à multa de 40% sobre o saldo do FGTS nem à retirada do fundo. Em relação ao aviso prévio, a empresa pode avisar o trabalhador sobre a demissão com 30 dias de antecedência ou pagar o salário referente ao mês sem que o funcionário precise trabalhar.

Nova regra

O contrato de trabalho poderá ser extinto de comum acordo, com pagamento de metade do aviso prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS. O empregado poderá ainda movimentar até 80% do valor depositado pela empresa na conta do FGTS, mas não terá direito ao seguro-desemprego.

Danos morais

Regra atual

Os juízes estipulam o valor em ações envolvendo danos morais.

Nova regra

A proposta impõe limitações ao valor a ser pleiteado pelo trabalhador, estabelecendo um teto para alguns pedidos de indenização. Ofensas graves cometidas por empregadores devem ser de no máximo 50 vezes o último salário contratual do ofendido.

Contribuição sindical

Regra atual

A contribuição é obrigatória. O pagamento é feito uma vez ao ano, por meio do desconto equivalente a um dia de salário do trabalhador.

Nova regra

A contribuição sindical será opcional.

Terceirização

Regra atual

O presidente Michel Temer sancionou o projeto de lei que permite a terceirização para atividades-fim.

Nova regra

Haverá uma quarentena de 18 meses que impede que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. O texto prevê ainda que o terceirizado deverá ter as mesmas condições de trabalho dos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e qualidade de equipamentos.

Gravidez

Regra atual

Mulheres grávidas ou lactantes estão proibidas de trabalhar em lugares com condições insalubres. Não há limite de tempo para avisar a empresa sobre a gravidez.

Nova regra

É permitido o trabalho de mulheres grávidas em ambientes considerados insalubres, desde que a empresa apresente atestado médico que garanta que não há risco ao bebê nem à mãe. Mulheres demitidas têm até 30 dias para informar a empresa sobre a gravidez.

Banco de horas

Regra atual

O excesso de horas em um dia de trabalho pode ser compensado em outro dia, desde que não exceda, no período máximo de um ano, à soma das jornadas semanais de trabalho previstas. Há também um limite de 10 horas diárias.

Nova regra

O banco de horas pode ser pactuado por acordo individual escrito, desde que a compensação se realize no mesmo mês.

Rescisão contratual

Regra atual

A homologação da rescisão contratual deve ser feita em sindicatos.

Nova regra

A homologação da rescisão do contrato de trabalho pode ser feita na empresa, na presença dos advogados do empregador e do funcionário – que pode ter assistência do sindicato.

Ações na Justiça

Regra atual

O trabalhador pode faltar a até três audiências judiciais. Os honorários referentes a perícias são pagos pela União. Além disso, quem entra com ação não tem nenhum custo.

Nova regra

O trabalhador será obrigado a comparecer às audiências na Justiça do Trabalho e, caso perca a ação, arcar com as custas do processo. Para os chamados honorários de sucumbência, devidos aos advogados da parte vencedora, quem perder a causa terá de pagar entre 5% e 15% do valor da sentença.

O trabalhador que tiver acesso à Justiça gratuita também estará sujeito ao pagamento de honorários de perícias se tiver obtido créditos em outros processos capazes de suportar a despesa. Caso contrário, a União arcará com os custos. Da mesma forma, terá de pagar os honorários da parte vencedora em caso de perda da ação.

Além disso, o advogado terá que definir exatamente o que ele está pedindo, ou seja, o valor da causa na ação.

Haverá ainda punições para quem agir com má-fé, com multa de 1% a 10% da causa, além de indenização para a parte contrária. É considerada de má-fé a pessoa que alterar a verdade dos fatos, usar o processo para objetivo ilegal, gerar resistência injustificada ao andamento do processo, entre outros.

Caso o empregado assine a rescisão contratual, fica impedido de questioná-la posteriormente na Justiça trabalhista. Além disso, fica limitado a 8 anos o prazo para andamento das ações. Se até lá a ação não tiver sido julgada ou concluída, o processo será extinto.

Multa

Regra atual

A empresa está sujeita a multa de um salário mínimo regional, por empregado não registrado, acrescido de igual valor em cada reincidência.

Nova regra

A multa para empregador que mantém empregado não registrado é de R$ 3 mil por empregado, que cai para R$ 800 para microempresas ou empresa de pequeno porte.

Da Redação  Por Marta Cavallini, G1

Prefeitura de Araripina inicia a campanha do ‘Novembro Azul’

Após uma campanha intensa de prevenção ao câncer de mama, com o Outubro Rosa, agora é a vez de chamar a atenção do público masculino para a necessidade de diagnosticar precocemente o câncer de próstata – o segundo mais comum entre os homens brasileiros. Iniciamos hoje a campanha do ‘Novembro Azul’!

A cada 36 minutos, um homem morre no Brasil vítima de câncer de próstata. Segundo dados do Ministério da Saúde, 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados da doença, o que faz com a taxa de mortalidade chegue a 25% dos pacientes.

Ainda de acordo com a SBU, a hereditariedade é um dos principais fatores de risco para o câncer de próstata. Homens negros têm até 60% mais chances de ter a doença. A indicação é que os homens procurem um médico especializado para monitorar sua saúde e detectar a doença a partir dos 50 anos. Negros ou aqueles com parentes em primeiro grau com câncer de próstata devem começar aos 45 anos.

Na campanha Novembro Azul, a Secretaria Municipal de Saúde promoverá palestras e divulgação de informações para conscientizar e mostrar a importância de procurar um médico fazer o exame.

Por SECOM/PMA

Bandidos levam mais de R$ 100 mil de banco em Moreilândia, diz polícia

Um grupo de criminosos explodiu e assaltou uma agência do Banco do Brasil, nesta quinta-feira (8), em Moreilândia, no Sertão de Pernambuco. O valor em dinheiro levado pelos bandidos pode ultrapassar R$ 100 mil. Durante a ação, os assaltantes dispararam tiros contra a Delegacia de Polícia Civil e contra o Batalhão da Polícia Militar. Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) esteve no local e realizou a perícia. Não há informações sobre feridos.

Segundo informações da Polícia Civil, cerca de 15 a 20 homens chegaram ao município em quatro carros, com armas de grosso calibre. Parte do bando se posicionou em frente a Delegacia de Polícia Civil e efetuaram vários disparos. Outra parte do grupo seguiu para o Batalhão de Polícia Militar, onde mais tiros foram efetuados, como forma de intimidar os policiais.

Em seguida os assaltantes seguiram para a agência do Banco do Brasil e usaram dinamites para explodir o cofre principal do banco. O impacto foi tão forte, que a agência ficou destruída. A ação começou por volta das 1h45 e durou até as 2h10. No momento, gerentes do banco estão fazendo uma avaliação para saber o valor levado pelos bandidos, já que uma parte do dinheiro ficou sob os escombros provocado pela explosão.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Ouricuri, também no Sertão pernambucano, foi acionada para apagar o fogo provocado pelos explosivos. Foi preciso fazer o rescaldo do local e o trabalho dos militares durou cerca de 1h. Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, uma grande quantidade de dinamite não detonada foi encontrada na agência.

“Fui ao local junto com a perícia, para avaliar os danos causados pela quadrilha. O que podemos afirmar até o momento é que o objetivo era atingir o cofre principal. Por falta de habilidade dos bandidos, a agência ficou destruída. Eles usaram explosivos de forma excessiva. O valor levado pode ultrapassar R$ 100 mil, mas o prejuízo foi muito maior. Acredito que a investigação será feita através de uma força tarefa”, disse o delegado Moarir Drummond.

A informação repassada pela Polícia Militar é de que após a ação, parte do grupo seguiu para Serrita, onde entraram em uma festa realizada na localidade. Os demais seguiram para a cidade de Jardim, no Ceará. Policiais de Pernambuco e do Ceará estão em diligência a procura dos bandidos.

Fonte: G1 Por Taisa Alencar Foto: Leonilson Batista

‘Não vai ser difícil ganhar as eleições presidenciais de 2018’, diz Lula

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou neste domingo, 19, que “não vai ser difícil” ganhar as eleições presidenciais de 2018, mas defendeu uma mudança de estratégia dos partidos de esquerda para barrar as propostas do governo Michel Temer no Congresso. Ele avaliou que a oposição está fragilizada e lamentou que não tenha conseguido barrar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e propostas que, na sua avaliação, representam um retrocesso com relação aos avanços das gestões petistas, como a reforma trabalhista.

“Éramos contra reforma trabalhista, e ela aconteceu, éramos contra a Previdência, e se não tomarmos cuidado, vai acontecer”, disse o petista, ao discursar no Congresso do PCdoB. Lula afirmou que o governo Michel Temer é “fraco” e, por isso, se submete “aos interesses do mercado”. “Nenhum presidente fraco é respeitado.” “Os congressistas que estão votando pelo desmonte não têm compromisso conosco. Nunca vi tanto deputado reacionário, tanto troglodita, e se não tomarmos cuidado vai piorar na próxima eleição”, disse.

Ele declarou que é preciso evitar a aprovação da reforma da Previdência, que “está acontecendo concomitantemente com o desmonte da Petrobras”. “Não tenho mais idade de ficar criando movimento ‘fora Temer’ e ele estar dentro, de ficar gritando não vai ter golpe e ter golpe. Vamos ter que parar de gritar e evitar que isso aconteça mesmo. Isso não pode continuar acontecendo debaixo da nossa barba.” Segundo ele, estão querendo desmontar a Petrobras porque “eles não são políticos, são usurpadores.” E continuou: “Eles não têm compromisso com o povo brasileiro, querem fazer o desmonte, destruir o BNDES, a Eletrobras, a Caixa, desmontar a cidadania.”

No discurso, Lula disse que, se não fosse pela sua teimosia e a do PT, não teria chegado à Presidência da República. E que provou que era possível a esquerda transformar este País, citando melhorias em salário, educação e na própria inserção do Brasil no exterior. “Deixamos de falar ‘fino’ com os Estados Unidos.” “Tiramos o País do mapa da fome.” E lamentou que o sonho que a gestão petista sonhou “infelizmente está sendo aos poucos desmontado”. “Estava tudo preparado para o Brasil se tornar a 5ª economia do mundo.”

Esquerda unida

Lula fez um discurso pela unificação da esquerda no País e de incentivo à candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila à presidência da República, durante congresso do PCdoB realizado neste domingo. Ele chegou ao evento por volta do meio-dia, acompanhado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e sentou ao lado da pré-candidata e do governador Flávio Dino (MA), ambos do PCdoB. Ele destacou que a candidatura de Manuela não deixa “rusgas” na relação do PT com o PCdoB.

“Manuela, mesmo quando a gente faz uma campanha que a gente não ganha, se a gente fizer uma campanha ideologicamente bem feita, bem organizada, e a militância for para a rua, quero dizer que vale a pena ser candidato. Da minha parte, a única coisa que vão estranhar daqui para frente é um belo dia eu aparecer em algum dos comícios da Manuela.”

Ele disse que apoia que outros partidos também lancem candidatos, mas rejeitou a tese de que Geraldo Alckmin (PSDB) seria um candidato de centro. “Não podem dizer que Lula é de extrema esquerda, que Jair Bolsonaro é de extrema direita, e que é preciso achar o caminho do meio. Quem convive com Bolsonaro sabe quem ele é, que é mais do que extrema direita, mas ele também tem direito de ser candidato.”

Lula disse ainda que somente partidos com legado terão chance de vencer a próxima eleição presidencial, e lembrou que PT e PCdoB construíram um forte legado nos últimos 30 anos, desde a campanha presidencial de 1989, citando conquistas do seu governo. “Por isso temos que governar o País sem querer ser governante, a gente tem que ouvir o povo, o povo sabe, nós só temos que ter coragem de perguntar.” Ele defendeu ainda a regulação dos meios de comunicação e distribuição de riquezas. “Quero meios de comunicação onde todos possam se manifestar.”

Mãe de Wesley Safadão renuncia ao cargo de vice-prefeita

A vice-prefeita explicou que o motivo da saída é que as funções públicas e empresariais estão incompatíveis

A mãe do cantor Wesley Safadão, Maria Valmira Silva de Oliveira (PSDB), conhecida como Dona Bill, encaminhou à Câmara Municipal de Aracoiaba, o comunicado de renúncia ao cargo de vice-prefeita do município. O vereador Wellington Nonato da Silva, esposo dela, também irá abandonar o mandato. Na sessão desta quarta-feira, 13, o documento deve ser apresentado oficialmente pelo líder do governo no legislativo, vereador José Wilson Dantas.

A vice-prefeita explicou que o motivo da saída é que as funções públicas e empresariais estão incompatíveis. “Deixo claro, neste ato de renúncia, que a motivação da minha decisão se reveste única e exclusivamente na necessidade de cuidar de forma mais próxima dos negócios da família e, de forma mais especial, dedicar meu carinho à carreira do meu filho, o cantor Wesley Safadão”, escreveu Dona Bill.

Cargo

Eleitos no ano passado, ela e o prefeito Antônio Cláudio Pinheiro (PSDB) chegaram a ter os mandatos cassados sob suspeita de abuso de poder. Atualmente, o processo está no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A relatora do Recurso Eleitoral nº 103-67, na Ação de Investigação Judicial Eleitoral, desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira, considerou em seu voto que houve abuso de poder em episódio de doação de ambulâncias. “Houve sim o abuso de poder político e econômico por parte dos recorrentes, mediante a doação de veículos (ambulâncias) para a comunidade com as divulgações sabidamente inverídicas de que eram provenientes de recursos próprios da vice-prefeita reeleita com o aval do atual prefeito, com o propósito de captar votos de eleitores, como restou comprovado, sem sombra de dúvidas, o inegável desequilíbrio decorrente dessa perniciosa ação”, disse a desembargadora.

 O noticioso tentou contato com a Dona Bill e com o vereador Wellington Nonato, mas as ligações não foram atendidas. Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura de Aracoiaba, o prefeito Antônio Cláudio deve se pronunciar amanhã sobre a decisão da companheira de chapa.

Jovem morre atingido por tiros em Trindade, PE

Um jovem de 27 anos foi morto a tiros em Trindade, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava bebendo na sexta-feira (9), por volta das 19h30, em um bar na Rua Guadalajara, no Centro, quando uma pessoa não identificada, entrou e fez um disparo de arma de fogo contra o rapaz.

Segundo a polícia, ninguém foi preso. O caso está sendo investigado.

Via G1 Petrolina Foto: Ilustrativa

O governo ficará refém da “extorsão parlamentar”, diz Humberto Costa (PT-PE)

Humberto Costa cita manobras de Temer para ser absolvido na Câmara Foto: Reprodução Internet

Em pronunciamento, o senador Humberto Costa (PT-PE) disse que o governo ficará refém da “extorsão parlamentar” para aprovar qualquer projeto, se a Câmara dos Deputados, mais uma vez, impedir que a Justiça investigue o presidente Michel Temer pela prática de crime comum, segundo denúncia da procuradoria-geral da República.

Humberto afirmou que Temer compra o apoio de deputados por meio da distribuição de cargos e emendas parlamentares, do refinanciamento de dívidas de empresas, do perdão de multas aplicadas a grileiros que destroem a Amazônia e de mudanças nas regras do trabalho escravo.

O senador citou ainda o acordo entre o governo e o PSDB, que permitiu que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) retomasse o cargo e se livrasse de um processo no Conselho de Ética do Senado, em troca do apoio tucano na Câmara dos Deputados para impedir a investigação de Temer pela justiça.

— Depois vem o Congresso Nacional falar de independência entre poderes. Um congresso que se ajoelha diante do Executivo, como um cachorro que abana o rabo ao dono. É uma lástima, uma triste página na história do legislativo brasileiro — lamentou.

Nova lei possibilita atribuição de infrações do veículo ao condutor habitual

O proprietário de veículo automotor ganhará o direito de indicar o nome do condutor habitual, que passará a ser o responsável pelas infrações de trânsito que cometer. É o que prevê a Lei 13.495/2017, sancionada na terça-feira (24) e publicada nesta quarta-feira (25) no Diário Oficial da União. A norma entra em vigor daqui a 90 dias.

A nova lei tem origem em substitutivo ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 60/2013, aprovado no Senado em maio de 2015 e na Câmara dos Deputados em agosto deste ano.

O principal condutor pode ser apontado pelo dono em comunicação ao órgão executivo de trânsito. O motorista indicado deve aceitar expressamente a indicação para que ela tenha validade. Depois disso, seu nome será inscrito no cadastro do veículo no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

O principal condutor registrado assume a presunção da responsabilidade pelas infrações de trânsito cometidas com o veículo, responsabilidade que hoje cabe ao proprietário. Assim, não é mais necessário que o proprietário atravesse a atual burocracia necessária para transferir as sanções devidas — elas já serão aplicadas diretamente ao principal condutor. Esse procedimento só precisará ser executado se o infrator real não for o condutor indicado e nem o proprietário.

Caso o veículo seja vendido, o principal motorista indicado terá seu nome automaticamente desvinculado do Renavam. Outras hipóteses para a exclusão do nome do condutor são a indicação de outra pessoa para a condição ou um requerimento do próprio condutor ou do proprietário.

Para o relator no Senado, José Pimentel (PT-CE), o texto vai beneficiar muitos donos de carros e motos que são habitualmente usados por terceiros, como filhos, parentes ou profissionais.

Um dos trechos modificados por Pimentel no substitutivo foi a forma de identificação do principal condutor. O projeto original falava em inscrição do nome no documento do veículo, sendo necessária a emissão de um novo documento sempre que houvesse a nomeação de um condutor. Para Pimentel, esse procedimento não seria prático.

— Implicará custos desnecessários e maior burocratização no procedimento de inscrição e alteração do principal condutor — avaliou Pimentel, sugerindo a inscrição no Renavam, que é um sistema virtual.

PT, PSB, PDT e PCdoB em 2018 é aliança dos sonhos de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (5/7) que sonha em construir um bloco de esquerda progressista para disputar as eleições presidenciais em 2018. Em entrevista à Rádio Arapuan, de Campina Grande (PB), ele citou os partidos PT, PSB, PDT e PCdoB para construírem um “programa pragmático” no pleito.

O petista disse ainda que outros partidos de esquerda e “personalidades dignas” de outros partidos também podem se juntar ao bloco. “É muito difícil hoje imaginar que você possa fazer a aliança política que foi feita em 2010, mas é muito complicado também imaginar que um partido sozinho tem força para ganhar as eleições”, declarou o ex-presidente.

O petista voltou a repetir que tem interesse em ser candidato a presidente da República em 2018, mas afirmou que não é certa sua candidatura. “Primeiro, vamos ver se sou candidato, se o partido vai me lançar candidato, depois é que vamos começar a conversar ” Ele disse que não quer voltar a governar, mas a “cuidar do povo”.

Na expectativa de ter a sentença proferida pelo juiz Sérgio Moro no caso do tríplex do Guarujá nos próximos dias, o ex-presidente afirmou que já provou sua inocência e pediu provas para embasar uma condenação. Uma eventual condenação, se confirmada em segunda instância, impediria o petista de disputar as eleições. “Você não pode só por conta de delação culpar, porque tem muito delator mentindo. Os procuradores da Operação Lava Jato estão numa encalacrada”, disse Lula. “Eu já provei minha inocência, eu tô querendo é que eles provem minha culpa.”

Da Redação  Por Agência Estado  Foto (Editada): Reprodução

Naufrágio na Bahia tem 18 vítimas confirmadas

Foto: LUCIO TAVORA/AFP

Menos de 48 horas após a tragédia no Rio Xingu, no Pará, outro naufrágio fez vítimas no país, desta vez na Bahia. O acidente foi com uma lancha que tinha 123 pessoas a bordo e fazia a travessia Mar Aberto-Salvador, na manhã de ontem. A Marinha confirmou 18 mortos, entre eles, um bebê de 1 ano — ele chegou a ser atendido numa ambulância, mas, após duas horas de tentativa de reanimação, foi declarado o óbito. Oitenta e nove pessoas foram resgatadas com vida. As buscas serão retomadas hoje.

A hipótese é que as condições climáticas tenham causado o naufrágio. A lancha Cavalo Marinho I saiu da Ilha de Itaparica às 6h30, com destino ao Terminal Náutico, em Salvador. O acidente aconteceu 10 minutos depois.

De acordo com a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), a lancha estava regular, com documentação legal e certificado de vistoria. O número de passageiros atendia à capacidade permitida, de 160.

A lancha é o meio de transporte mais rápido e barato para moradores da Ilha de Itaparica que trabalham ou estudam em Salvador. O trajeto é feito, diariamente, por cinco mil pessoas, de acordo com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba).

Nesta semana, a travessia foi interrompida por causa do período prolongado de maré baixa — nesses casos, o terminal de Vera Cruz fica inoperante. Na quarta-feira, os fortes ventos e o mar agitado provocaram a suspensão das viagens com escunas de turismo.

A travessia, que ocorre há cerca de 55 anos, só foi regulamentada há cinco. As empresas CL Transportes e Vera Cruz ganharam licitação pública para realizar o transporte intermunicipal de passageiros. A Agerba informou que é responsável por controlar os horários de linhas e terminais, e a fiscalização das embarcações cabe à Marinha.

Comemoração dos 20 anos da Paróquia de Trindade é marcada por muita festa

Os 20 anos de história da Paróquia da Sagrada Família foram comemorados no último sábado (09), em Trindade-PE, no Sertão do Araripe. A imagem peregrina da Sagrada Família percorreu as principais comunidades da paróquia entre os dias 26 de novembro e 05 de dezembro. Na quinta-feira (07) aconteceu a Missa Solene na Igreja Matriz, em ação de graças pelos 20 anos da divisão eclesiástica.

A culminância ocorreu sábado, com celebração ministrada pelo bispo da Diocese Salgueiro, Dom Magnus Henrique. Cerca de 185 pessoas receberam na ocasião o sacramento da Crisma. A missa campal em frente à igreja Matriz reuniu centenas de fiéis de todo o Araripe e contou com a presença de diversos padres, além de autoridades do município.

Na homília, Dom Magnus enfatizou a importância do catolicismo em Trindade. “Essa é a missão que nunca acaba, mas que passa de geração em geração, e Trindade dá esse exemplo de Paróquia. Alguns Padres plantaram a semente da fé e já não estão mais aqui, mas a perseverança continua”, disse.

Depois da Santa Missa a festa religiosa continuou com grande show dos padres Zé Barros, Lourival e Expedito, que cantaram músicas religiosas e culturais. Por Chico Gomes

OAB pede abertura dos áudios da JBS que citam ministros do Supremo

Foto: Reprodução Internet

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, pediu a abertura dos áudios que citam ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), revelados nesta segunda-feira (4/8) pela Procuradoria-Geral da República (PGR).  As gravações de quatro horas foram feitas por executivos da JBS e entregues, por engano, ao Ministério Público.

Segundo o ministro Luís Roberto Barroso declarou à imprensa, “o Supremo ainda está tentando entender o que aconteceu.” Ele se refere à suposta citação dos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia, a presidente do órgão.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, diz que os áudios têm “citações íntimas que poderiam expor a vida das pessoas”, mas ele qualificou o material como “gravíssimo”.

Professores terão facilidade de acesso à universidade

Foto: Colégio Web

Lei que facilita o acesso de professores à universidade foi sancionada pelo presidente da República em exercício, Rodrigo Maia. A nova lei (13.478/2017) beneficia educadores das redes públicas municipais, estaduais e federal que ingressaram por concurso público; tenham pelo menos três anos de exercício da profissão e não sejam portadores de diploma de graduação.

Terão prioridade de ingresso nas faculdades e universidades os professores que optarem por cursos de licenciatura em matemática, física, química, biologia e língua portuguesa. As instituições de ensino responsáveis pela oferta de cursos de pedagogia e outras licenciaturas definirão critérios adicionais de seleção, sempre que necessário.

A nova legislação resultou do PLS 322/2008, do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), aprovado na Câmara dos Deputados em 28 de junho passado, após seis anos e meio de tramitação naquela casa. Ao comentar a aprovação do texto na Câmara, Cristovam disse que a medida servirá de incentivo para que os professores continuem sua formação e também aprimorem a qualidade do ensino no país. O projeto foi aprovado no Senado em 13 de novembro de 2009.

IF Sertão-PE abre processo seletivo simplificado para contratação de professores

O Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) divulgou, nesta segunda-feira (4), o edital nº 63/2017, referente à contratação de Professores Substitutos por meio de seleção simplificada. As inscrições seguem até o dia 11 de dezembro. São 19 vagas disponíveis, distribuídas entre os campi Petrolina, Petrolina Zona Rural, Floresta, Salgueiro, Ouricuri, Serra Talhada e Santa Maria da Boa Vista. A remuneração varia de acordo com a titulação do candidato, podendo chegar a R$ 3.552,08 (para candidatos com especialização).

Há oportunidades disponíveis para as áreas de Sociologia, Informática, Engenharia Civil, Espanhol, Física, Informática, Pedagogia, Química, Tecnologia em Alimentos, Filosofia, Viticultura e Enologia, Desenho Técnico, Construções Rurais e Topografia, Libras, Língua Portuguesa e Inglês.

Para se inscrever, o candidato deve preencher a ficha de inscrição disponível no endereço eletrônico http://concurso.ifsertao- pe.edu.br/copese, pagar a taxa, no valor de R$ 60, e apresentar no dia e horário do sorteio do ponto a documentação necessária (constante no edital) no setor de Gestão de Pessoas do campus escolhido. Quem estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e for membro de “família de baixa renda” pode solicitar isenção da taxa de pagamento até quarta-feira (6).

O Processo Seletivo constará das modalidades de Provas de Desempenho Didático, que serão realizadas nos dias 19 e 20 de dezembro, no campus da vaga desejada, e avaliação dos Títulos, nos dias 21 e 22 de dezembro. O resultado parcial está previsto para o dia 26 de dezembro. Demais dúvidas poderão ser encaminhadas à comissão organizadora por meio do endereço eletrônico concursoifsertaope@gmail.com.

Posts Populares