Conselho da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil divulga três notas duríssimas em crítica aos retrocessos promovidos pelo governo Temer, que afeta “tanto a população quanto as instituições brasileiras”, após conferência realizada entre 24 e 26 de outubro; “A barganha na liberação de emendas parlamentares é uma afronta aos brasileiros”, atestam o cardeal Sergio da Rocha, Dom Murilo S. R. Krieger e Dom Leonardo Ulrich Steiner, presidente, vice-presidente e secretário-geral da CNBB, respectivamente.

Os líderes religiosos ressaltam ainda que “só uma reação do povo, consciente e organizado, no exercício de sua cidadania, é capaz de purificar a política, banindo de seu meio aqueles que seguem o caminho da corrupção e do desprezo pelo bem comum.

Outras notas falam sobre “vencer a intolerância e o fundamentalismo” e condena a portaria de Temer sobre o trabalho escravo.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorExército apura fraudes na distribuição de água por carro-pipa
Próximo artigoAdolescente desapareceu na região de Picos (PI)
Paulo Gonçalves Arraes, nasceu em Araripina-PE em 1969, formado em Ciências com habilitação em Biologia pela FAFOPA, com cursos de Instrutor de Trânsito e Diretor de CFC (Auto Escola) pela UPE/Detran-PE, Vereador 1999/2000 (PSB) e 2001/2014 (PPS), Assessoria Política em campanhas eleitorais na Região do Araripe e em 2009 representou Pernambuco no Movimento pela Recomposição das Câmaras de Vereadores no Congresso Nacional em Brasília.