A Portaria 1604/2017, do Detran de Pernambuco, que restringiu a oito empresas o serviço de emplacamento de carros em Pernambuco, é alvo de questionamentos por parte de parlamentares de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na tarde desta quarta-feira (23). A medida prejudicaria cerca de 150 estabelecimentos em todo o Estado.

Enquanto isso, um grupo de empreendedores da área acompanha a sessão plenária desta quarta. Eles levaram uma faixa solicitando que o Detran reconsidere a decisão. A restrição teria ocorrido porque houve o fim do prazo para regularização dessas empresas.

Para tentar chegar a um consenso, o presidente do órgão, Charles Ribeiro (PSD), vai receber o deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD) junto com outros parlamentares e representantes da categoria.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFAFOPA poderá ter extensão em Trindade-PE
Próximo artigoMédica Celina Turchi recebe Título de Cidadã Pernambucana
Paulo Gonçalves Arraes, nasceu em Araripina-PE em 1969, formado em Ciências com habilitação em Biologia pela FAFOPA, com cursos de Instrutor de Trânsito e Diretor de CFC (Auto Escola) pela UPE/Detran-PE, Vereador 1999/2000 (PSB) e 2001/2014 (PPS), Assessoria Política em campanhas eleitorais na Região do Araripe e em 2009 representou Pernambuco no Movimento pela Recomposição das Câmaras de Vereadores no Congresso Nacional em Brasília.