Armando Monteiro defende a revitalização da indústria naval

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) lamentou nesta quarta-feira (21) a decadência da indústria naval no Brasil, que já registra cerca de 50 mil desempregados. O parlamentar informou que a indústria voltada para a construção de plataformas, navios offshore e grandes petroleiros, que nasceram para atender às demandas da Petrobras, está com os últimos projetos em fase final de construção e também deve entrar na lista de estabelecimentos paralisados.

Segundo Armando Monteiro, o setor, que já chegou a gerar 80 mil empregos diretos, foi prejudicado pela queda do preço do petróleo e pelos efeitos da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, sobre a Petrobras. Para revitalizar o setor, Armando Monteiro defendeu a adoção de um plano estrutural que envolva uma política de metas de produtividade com caráter temporário, para a obtenção de resultados.

— Além disso, é preciso fomentar a competitividade desse setor, inclusive para permitir que ele aumente as exportações, buscando novas áreas de atuação, com o aumento de participação e parcerias com investidores internacionais, que já demonstraram interesse em atuar no Brasil.

Da Redação Por: Agência Senado

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJucá minimiza desentendimentos entre PMDB e PSDB
Próximo artigoCâmara aprova política de preço mínimo em transporte de carga
Paulo Gonçalves Arraes, nasceu em Araripina-PE em 1969, formado em Ciências com habilitação em Biologia pela FAFOPA, com cursos de Instrutor de Trânsito e Diretor de CFC (Auto Escola) pela UPE/Detran-PE, Vereador 1999/2000 (PSB) e 2001/2014 (PPS), Assessoria Política em campanhas eleitorais na Região do Araripe e em 2009 representou Pernambuco no Movimento pela Recomposição das Câmaras de Vereadores no Congresso Nacional em Brasília.